Viagem: Paris

Eu sempre quis passar meu aniversário em Paris e ano passado realizei meu sonho!

Como eu só tive 2 fins de semana para aproveitar fiz tudo rápido.

Eu estava super empolgada por ir pra Paris, mas as coisas não foram tão legais como eu pensei.

Desci no aeroporto Charles de Gaulle, ai fiquei procurando que nem retardada o lugar pra comprar o bilhete pro metro, que fica no andar de baixo. Como eu estava acostumada comprar o bilhete do metro em Munich pela máquina pensei que seria fácil em Paris, só que não.  Ai eu achei uma lojinha pra comprar os bilhetes. A atendente foi super legal comigo. O bilhete do aeroporto para qualquer lugar custa 9, 10 euros. Aí a moça me vendeu um bilhete de estudante que valia ida e volta, tipo o antigo múltiplo de 2 que tinha aqui em São Paulo. Acho que paguei 3 euros e pouco.

Bom, ai eu chegando numa sexta a noite fui colocar meu bilhete, quando eu vi um homem correndo pra passar sem pagar. Aí comecei a ficar com medo. Entrei no metro e uma galera feia, parei que eu estava na estação da Sé, sério! Dai eu comecei a ficar preocupada que eu não estava vendo a estação que eu deveria descer, mas me toquei que eu estava vendo o mapa do trem e não do metro.

Me perdi um pouquinho, pois fiz 3 baldeações. Ai desci na estação Le Gobelins, onde ficava meu hostel, chamado Oopss. Vi uns caras, perguntei se falavam inglês e o meu maior erro. Existe a rue Le Gobelin e a Avenue Des Gobelins e eu anotei rue. Dei umas 3 voltas e nada do hostel até que eu pensei: “Quer saber? Vou perguntar num bar e tô nem aí” Ai ninguém falava inglês direito, mas eu entendi e achei o hostel! Eu estava morta e acabei dormindo super cedo.

Tomei café no hostel às 8 da manhã e me joguei! Como eu já havia pesquisa no google, peguei o metro e fui visitar a Catedral de Notre Dame. O problema do metro de Paris é que ele tem dezenas de saidas, mas ainda bem que eu sai na saída certa.

Vocês poderão observar nas fotos que no sábado estava um tempo horroroso e no domingo um mega sol. São coisas comuns na Europa.

Cuidado: na Catedral tem umas moças que se fazem de surda/muda ou são mesmo, e pede dinheiro.

Ali perto na rue Rivoli tem várias lojas, incluindo a Sephora. Como eu fui cedinho, fui a 2ª pessoa a entrar lá. As lojas abrem as 10hs. Entrei lá e perguntei da MAC e não tinha. Fiquei mega arrasada, mas dai fui me interessando pelas makes e a vendedora super fofa. Sai de lá toda maquiada e com makes maravilhosas!!

Lembrando que eu fiz tudo só com a ajuda do mapa!

Fui até o fim da rue Rivoli. Atravessei e vi a pirâmide do Louvre. Fiquei doida, tirei fotos e comprei os famosas chaveiros da torre Eiffel. Em frente tem o jardim de Tuileries, que é lindo! Nossa quase tive um treco de tão lindo! Ai tem uma fonte onde você pode sentar nas cadeiras, é demais! Ali eu vi muita gente estilosa! No final do jardim tem uma lojinha e eu, claro, me joguei!

Cuidado: perto do rio Sena, que vai no final do jardim, até perto da Champs Elysee tem umas ciganas/ciganos que tem fazem o seguinte truque: eles deixam um anel, que parece de ouro cair, e diz que é seu e bla bla bla eu nem dei bola e sei lá o que acontece, só sei que é golpe. Eu fiquei indignada porque não vi nenhum policial pra reclamar.

Como eu fui no verão, tinha uma praia artificial na beira do Sena. Fiquei ali no segundo dia pra descansar!

Eu andei pra caramba até achar a Champs Elysee, cheia de lojas bafo! Adivinham qual loja que eu entrei? A da Disney óbvio. Fiquei doida, comprei um monte de presentes pra minha sobrinha. E eu ainda tive que andar muito, com duas sacolas enorme, coisa de turista.

Indo até o fim da Champs Elysee você encontra o Arco do Triunfo.

Ai eu, meio perdida, fiquei pensando como chegar na tão sonhada torre Eiffel. Entrei na rue Diana, bem sossegado, sem muita gente. Vi a torre fiquei super feliz e comprei umas mini torre Eiffel pro pessoal de casa, acho que paguei uns 3 euros cada uma. Na hora do moço me dar as torres o rapa tava chegando hahahahaha Pensei na hora ” Tô na 25 de março” hahahahaha

Eu exausta voltei tudo a pé e fui pegar o bilhete do metro antes de descer e não é que tinha um cara me seguindo? Eu fiquei p. da vida. Gente ali é primeiro mundo, cadê a segurança? Enfim, entrei no Mc e peguei o bilhete.

A noite fiz o pub crawl, que é quando você paga um valor, tipo 12 euros, e vai pra 3 bares e 1 balada, ou 2 bares e 2 baladas, depende do lugar. Ai eu já morta o metro ainda para, falta energia e eu doida pra cair na noite parisiense. Entrei o pessoal enfrente ao Moulin Rouge – que dizem que não é legal – e fomos para 3 bares ( o primeiro era legal e os outros 2 bem ruins), mas a balada foi demais! Eu dei sorte que encontrei 3 cariocas e ficamos conversando. É fogo ficar sem falar português!

Tive que voltar de taxi porque o metro estava fechado, como é em todos os lugares.

No dia seguinte, visitei pontos que o meu pai me deu dicas. Fui na praça da Bastilha. Eu nunca vi tanta gente de patins. Sério! E quando eu estava indo embora uma mulher veio falar comigo em francês. Ainda bem que a minha irmã me ensinou como falar eu não falo francês hahahahaha Mas desde quando eu tenho cara de quem fala francês?

Como é de praxe, as lojas estavam todas fechadas no domingo. Fui na Galeria Lafayette e estava fechada😦

E pra voltar? Andei que nem uma louca porque você vai vendo coisas legais e tirando foto e nem percebe onde está hahahaha Não tinha ninguém na rua, foi super estranho e eu não me achava no mapa. Fui entrando numas ruas até que eu sai num lugar que eu já conhecia. Foi um sufoca hahahaha ninguém merece se perder!!!

Eu mesmo perdida parava pra tirar foto!

No domingo tem uma feirinha na beira do Sena bem legal! Comprei umas coisas tipo desenço pra copos, pôster e gravura pra fazer quadro.

Segundo fim de semana

No segundo fim de semana que fui pra Paris, foi pauleira. Chegamos de trem e foi muito mais fácil porque lá tem vários lugares pra comprar o bilhete e também eu já conhecia o esquema do metro!

Primeiro que eu e o Joe não estávamos conseguindo achar o hotel Ibis. Nossa o povo não ajudava, não fazia questão. Eu falava o nome da rua e ninguém se importava. Não sei como o Joe entendeu e achamos o hotel. Ficamos perto do metro, mas numa região mais afastada. Fomos pra torre Eiffel a pé (quer emagrecer? viaja comigo que eu faço tudo a pé!) Só que a gente andou pela parte residencial de lá. Achei demais! Depois fomos no Louvre. Nossa piração total lá dentro. Nossa vontade era de ter ficado o dia inteiro, só que no dia seguinte íamos pra Disney. Ficamos 4 horas lá dentro e vimos metade do museu. Achei super válido!

Ai na volta fomos numa farmácia bem legal, não me lembro o nome, mas fica na rue de Vaugirard, próximo ao metro. Lá também tem o supermercado Dia hahahaha é tão bagunçado quanto o daqui do Brasil.

No dia seguinte fomos pra Disney de metro. Nossa parece que não chega nunca, porque é a última estação. Aproveitei muito, choveu, peguei um frio do caramba, mas valeu a pena!

Comprei a galocha e já sai usando. Todas as crianças estavam olhando pra mim por conta dela hahahahaha E eu tinha acabado de fazer 26 anos!! Me julguem!

A parada a noite é linda! Tem queima de fogos!! Só fomos embora depois disso e eu estava exausta, com dor de garganta e febre e no dia seguinte já ia embora!

A comida é cara, por isso só comi no Mc e comprei umas coisas no Dia hahahahaha eu não achei taxi caro. As coisas na Disney são caras, e na Sephora, comparado com a do Brasil, é barata.

O que Paris tem de linda, tem de perigosa.

Navegação de Post Único

Uma opinião sobre “Viagem: Paris

  1. Ivonete em disse:

    Parabéns por ter realizado seu sonho de passar o aniversário em Paris. Lindas as fotos
    beijos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: